Com a pandemia do Coronavírus as doações de sangue reduziram, e no mês de junho, quando as temperaturas começam a cair por causa do inverno, o número de doadores habitualmente tende a cair. Por isso, neste período é realizado em todo o Brasil a campanha Junho Vermelho, uma forma de incentivar o aumento dos estoques de sangue.

Independente da época do ano e do isolamento social, pessoas com anemias crônicas, acidentes que causam hemorragias, complicações decorrentes da dengue, febre amarela, tratamento de câncer e outras doenças graves, continuam precisando de sangue, fazendo de doação um ato de olhar e atenção ao próximo.

Doar sangue é seguro. Os hemocentros e serviços de hemoterapia estão preparados e agendam horários de atendimento para evitar aglomerações. Disponibilizam condições de lavagem de mãos, uso de antissépticos e redobraram os cuidados com a higienização das áreas, instrumentos e superfícies.

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que pesem mais de 50kg. É preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis. Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente. Caso o doador tenha tido contato com algum paciente que teve Covid-19 ou apresentou sintomas, terá que aguardar 14 dias para fazer a doação.

**********************
Dra. Solange Emanuelle Volpato Steckert
Dermatologia | CRM/SC 15086 | RQE 16474

Gastro Medical Center – telefone e Whatsapp (48) 3030-2930
Centro Catarinense de Cardiologia – Telefone (48) 3222-1798

Faça contato para saber sobre planos de saúde e formas de pagamento.